Quem sou eu

Brizolista, Bolivariano, Guevarista e Comunista... Sempre patriota, humanista e revolucionário.

56 anos. Mestre em Ensino de História pelo PROF HISTÓRIA/UERJ Possuo graduação em Licenciatura em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1988), especialização em História Social pela Universidade Federal Fluminense (1999) e especialização em EAD pelo SENAC RJ (2006). 

Fui um dos fundadores dos Círculos Bolivarianos Leonel Brizola em 2004. Milito ininterruptamente desde 1999 na solidariedade internacionalista a revolução bolivariana da Venezuela. Em 2006 fui observador eleitoral na Venezuela. Esse movimento participou ativamente da organização da homenagem a Hugo Chávez na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro em janeiro de 2007 e deu origem, durante a I Assembleia Bolivariana Nacional nos dias 08 e 09 de dezembro desse mesmo ano, ao Movimento Revolucionário Nacionalista – círculos bolivarianos / MORENA-cb. Em São Paulo no dia 18 de setembro de 2011 participei da decisão de fusão do MORENA-cb com outros três agrupamentos políticos que originou o surgimento de um novo partido, as novas Brigadas Populares, onde militei como dirigente nacional até 2014 quando me desligo dessa organização com outros camaradas e articulo a criação do Centro de Estudos Ruy Mauro Marini onde atuo até hoje. 


Na militância partidária institucional fui filiado ao Partido Democrático Trabalhista liderado por Leonel Brizola de 1982 até 2009 sendo dirigente estadual no Rio de Janeiro e nacional. Atuei no planejamento, consultoria, implantação e coordenação de projetos de capacitação política/ educação popular do partido de 1994 a 2009 como diretor da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini e professor de História do Brasil e do Trabalhismo na Universidade Aberta Leonel Brizola. Atuei como assessor dos movimentos do PDT. 


No movimento estudantil na década de 80 fui dirigente da União Estadual de Estudantes e secretario nacional de movimento estudantil da Juventude Socialista do Partido Democrático Trabalhista e dirigente nacional dessa organização juvenil de 1984 a 1993. 


A partir de 1996 assessorei a Federação Municipal das Associações de Favelas do Município do Rio de Janeiro e posteriormente a Federação das Associações de Favelas do Estado do Rio de Janeiro. De 2008 a 2011 atuei como militante na luta por moradia e fui dirigente estadual e nacional do Movimento de Trabalhadores Sem Teto – MTST. 


Na década de 90 fui diretor da CUT no Rio de Janeiro e diretor do Sindicato dos profissionais da Educação do Estado do Rio de Janeiro. Hoje atuo na luta pela educação construindo um movimento chamado Marcha em Defesa da Educação que participou ativamente nas ocupações de escolas secundárias em 2016 no estado do Rio.

emial de contato: fernandes.aurelio@gmail.com


Comentários

Postagens mais visitadas