Manifesto doFórum de Militantes do PDT à Convenção nacional do PDT

10 de junho de 2002

Manifesto do Fórum de Militantes do PDT à Convenção Nacional do PDT

Quem poderia imaginar que o nosso Partido, o PDT, estivesse na iminência de sucumbir ante um oportunismo político ou a uma contabilidade eleitoral?

Aliam-se a partidos de índoles diferentes, momentaneamente com objetivos comuns ou quando uma situação grave - de defesa da soberania ou de uma guerra - impõe uma conjugação de esforços para a proteção e defesa da Nação. Não é o caso da presente aliança.

O Trabalhismo de que falamos não merece ações oportunísticas, nem adjetivações “de resultados”. Nosso Trabalhismo é substantivo e desde a sua criação advoga respeito a força de trabalho dada a importância dos traba1hadores na transformação dos insumos em utilidades de toda espécie, ao direito dos trabalhadores de participarem ativamente na defesa de seus interesses e, principalmente, o respeito ao trabalho que os dignifica.

Não aceitamos o argumento de que “entre eles” ( esses outros partidos ) há pessoas tão bem intencionadas quanto nós, pois nós sabemos que, entre nós, existem muitos mal intencionados - vide os traidores de recentíssima memória!

Alianças são válidas, mas não podemos admiti-las desse jeito.

Se tivéssemos candidato próprio - e é o que não nos falta - a militância estaria tranquila e em paz sabendo da importância das coligações e das alianças programáticas para o atingimento do poder político. Não dessa forma como nos esta sendo impingida, goela abaixo, sem discussão, sem democracia, sem respeito a todos nós, aos nossos princípios e as nossas tradições.

Não estamos fazendo alianças, muito menos dos trabalhistas; estamos sendo incorporados, cooptados, por agremiações pelegas, casuísticas, colaboracionistas, elítizadas e elitizantes, em nome de um Trabalhismo que não tem o mesmo significado. E como se estivéssemos somando bananas com laranjas, só dará figos podres.

Atentem para o fato dc que a militância do PDT evoluiu e muito. Queremos discutir política, queremos ser ouvidos, queremos s defender nossos argumentos, queremos ajudar a pavimentar a estrada de um partido com P maiúsculo. Que tenha do que se orgulhar , que tenha futuro e não seja uma simples sigla de aluguel !

É falsa, alias sempre foi falsa, a alegação de que somos um Partido de campanhas, que se agiganta nas eleições. Poderia até ser, se ora tivéssemos candidato. Nunca foi assim e muito menos o é agora.

A militância venera o seu líder maior, Leonel de Moura Brizola, que se levantou contra o golpe das elites em 1961, na famosa campanha da legalidade, que garantiu o respeito à Constituição e a posse de Jango.

A militância cobra, entretanto. coerência, a mesma que sempre ditou as decisões do maior estadista vivo deste País.

A militância sabe que o oportunismo político é castigado com a indiferença, com o desprezo, com a repugnância, com ausência de votos, com o ostracismo.

A militância já não carrega qualquer andor, deseja saber qual santo vai em cima !

Fórum de Militantes do PDT
em defesa do Estatuto,
das Cartas de Princípios
e do Programa do
Partido Democrático Trabalhista

Nenhum comentário:

Postar um comentário